Novas atualizações na Restituição do Imposto de Renda garantem mais dinheiro no bolso do contribuinte


A restituição do Imposto de Renda em 2024 traz algumas novidades. O segundo lote, por exemplo, terá uma correção de 1%, conforme informado pela Receita Federal. Essa correção é baseada na taxa básica de juros da economia, a Selic.

Por outro lado, o primeiro lote, que será pago em 31 de maio, não terá correção. A consulta a esse lote estará disponível a partir de 24 de maio. Além disso, os residentes das 336 cidades do Rio Grande do Sul afetadas pelas enchentes terão prioridade na restituição do Imposto de Renda. Eles têm até 31 de agosto para prestar contas ao fisco.

A restituição do Imposto de Renda para os contribuintes afetados pelos recentes desastres será efetuada em junho. No Rio Grande do Sul, que ocupava o quarto lugar em número de declarações até o momento, a maioria dos contribuintes receberá valores do fisco.

O segundo lote de restituição está programado para 28 de junho, com prioridade para os contribuintes elencados nas listas prioritárias. No ano anterior, aqueles que não estavam nessa lista foram contemplados apenas no terceiro lote.

A restituição do Imposto de Renda terá uma correção mensal de 1% e um acréscimo proporcional à taxa Selic, atualmente em 10,5% ao ano. Este processo é realizado para garantir que o valor devolvido ao contribuinte mantenha seu poder de compra ao longo do tempo.

Abaixo, você encontra o calendário de restituições. Neste link, eu te apresento um guia prático para preencher sua declaração do IRPF 2024 de forma correta e eficiente.

Cálculo da restituição do Imposto de Renda

A Restituição do IRPF 2024 é calculada pela diferença entre o valor pago em tributos e o valor devido pelo contribuinte. Esse cálculo é realizado automaticamente pelo sistema da Receita Federal.

Por exemplo, se alguém teve uma renda anual de R$ 23 mil e pagou R$ 2.500 em tributos, a restituição será de R$ 2.500 menos R$ 1.713,58, resultando em R$ 786,42. O programa do IRPF efetua esse cálculo de forma automática.


Quem tem direito à restituição do Imposto de Renda?

A restituição do IRPF nada mais é do que a devolução do valor pago em excesso na declaração do tributo. Qualquer dúvida acerca do direito à devolução, saldo zerado ou necessidade de pagar o Imposto de Renda, deve ser esclarecida através do próprio programa de preenchimento e envio das declarações.

Enviar pelo WhatsApp compartilhe no WhatsApp

É importante ressaltar que o pagamento dos valores são distribuídos em lotes. No entanto, a data de recebimento está condicionada à categorização do contribuinte no grupo prioritário ou da data em que ele enviou a declaração. Desta forma, a restituição do tributo é corrigida com base na taxa básica de juros, a Selic.

Grupos prioritários da restituição do Imposto de Renda

De acordo com a Receita Federal, têm prioridade no recebimento da restituição do Imposto de Renda 2024, os seguintes grupos:

– Idosos acima de 80 anos;
– Idosos entre 60 e 79 anos;
– Contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave;
– Contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério.

Em seguida, vem o grupo de contribuintes que optaram pelo modelo pré-preenchido e pela restituição por Pix. Neste último, porém, o método de pagamentos instantâneo vale apenas para quando a chave é o CPF do contribuinte. Chaves de Pix que usam e-mail, telefone ou código aleatório não podem receber a restituição.

Por fim, quando todos esses contribuintes se encaixarem nos critérios da lista acima receberem suas restituições, a Receita passará a devolver o imposto recolhido em excesso dos demais cidadãos.

Consulta da restituição do Imposto de Renda

Para consultar se foi incluído no próximo lote de restituição do IRPF 2024, o contribuinte deve esperar uma semana antes da data de pagamento e seguir este passo a passo:

1. Acesse o site da Receita Federal e clique em “Meu Imposto de Renda”;
2. Na opção “Serviços” selecione “Consultar minha restituição”;
3. Em seguida “Iniciar”;
4. Informe: CPF do titular, data de nascimento e ano;
5. Confirme.

Calendário da restituição do Imposto de Renda

– Primeiro lote: 31 de maio;
– Segundo lote: 28 de junho;
– Terceiro lote: 31 de julho;
– Quarto lote: 30 de agosto;
– Quinto lote: 30 de setembro.

O que pode gerar o bloqueio da restituição do Imposto de Renda?

Existem diversos cenários que podem resultar no bloqueio da restituição do IRPF, não garantindo a devolução do tributo pago em excesso. São motivos variáveis, razão pela qual é importante compreender alguns termos da declaração, como se ela foi enviada completa, sem erros e dentro do prazo.

📂 Imposto de Renda